Mathias - O seu primeiro ano




Há um ano eu vivia um dos momentos mais especiais da minha vida trazendo ao mundo o nosso Mathias. Depois de 9 meses tão intensos, cheio de emoções diversas, não poderia ter sido mais singela a sua chegada. Sentir aquele corpinho quentinho, molhado, gordinho nos meus braços fez meu coração acelerar e a nossa primeira troca de olhares me trouxe a certeza de que aquele menininho iria roubar meu coração.

Eu estava mais do que certa.



Um puerpério tranquilo, sem surpresas, uma adaptação suave e muito trabalho. Eu nunca, em toda minha vida, trabalhei tanto (trabalho desde os 13). Cansaço e amor caminharam de mãos dadas nestes últimos 365 dias. Ao longo do caminho, várias pausas para sorrir, se encantar, morrer do coração de susto e de fofura, lágrimas, frustração e algumas lições aprendidas. Dentre elas, gosto daquela que reafirma que um dia de cada vez causa menos ansiedade e frustrações e gosto também daquela que me lembra constantemente que apesar do caos, cansaço e vontade de passar no RH pra pedir conta ou férias remuneradas por 6 meses, estes são sim, os melhores dias.



Menino, você foi um RN tão tranquilo que eu não sabia muito bem o que fazer com você. Então, decidi fazer tudo que tinha vontade e te coloquei rodinha nos pés o quanto antes. Aos três meses você já conhecia a praia, participou de escanteio em um ensaio fotográfico com a sua mãe e mais 3 amigas piradas, tinha estrelado como menino Jesus no ensaio pra cantata de Natal e frequentou festa de reveillon à beira mar. Com 04 meses você aguentou uma viajem de uns quase 4000 kms de carro. Seu pai e eu abusamos da sua natureza da paz e não perdemos uma oportunidade de cair na estrada com toda trupe. A conclusão é que você está crescendo e não pode SUSPEITAR de uma possibilidade de sair pra rua que já fica todo empolgado. Você nasceu na família certa.



Depois de um RN tranquilo e preguiçoso, você se transformou em um bebê fofo, delícia, risonho e CURIOSO. Muito curioso! Com a curiosidade, estão chegando também ideias sensacionais de subir em tudo que se deve o que não se deve. Além de escalar, parece ser uma ótima ideia se jogar destes lugares também. Tenho pequenos infartos diários com você. Receio pelos dias vindouros e sua adolescência. Lembre-se que se algum dia, passar pela sua cabeça um voo de parapente, por exemplo, não deixe de convidar a mamãe. =)

Além de toda essa delicia que você é, também temos adorado ver suas imitações, acordar com o seu bom humor e descobrir que o segundo aprende a arte da auto defesa de forma rápida e no seu caso, barulhenta. Se defender pra você hoje significam gritos estridentes que eu suponho, atravessam a estratosfera. Contudo, se mostram eficazes, devo confessar. Também gostamos de ver a sua alegria ao abrir a porta da sala, da sua emoção jogando bola e de como você fica hipnotizado com ônibus, motos e luzes em geral. Você não pode ver água e tem ZERO medo do mar. Um perigo constante. (Seu avô insiste em dizer que é porque você nasceu na água). Seus brinquedos são quase inexistentes e você adora mexer em tudo que é da sua irmã. Ela, por sua vez, não adora tanto, mas tem aprendido a doce arte da convivência (quase) pacífica.



Sua irmã, também teve um ano repleto de emoções. Passou de filha única à irmã mais velha e amadureceu tanto com a sua chegada que me causam dores físicas no peito e lágrimas jorram. Ela cantou parabéns pra você o dia inteiro quando você chegou, todas as vezes que te olhava, mas acho que ela depois ficou um pouco confusa com suas próprias emoções e sentimentos. Ela é mesmo  muito intensa em tudo que vive e isso inclui você. Neste último fim de semana, passeávamos com toda a nossa família quando, em uma calçada cheia de gente, você foi andando mais rápido e umas pessoas que passavam, brincando chamavam você pra ir com elas. Sua pequena, mas notória irmã, saiu desesperada em sua defesa e resgate: É MEU IRMÃO!!!!! Ela gritava. Garotinho, posso te afirmar que você terá uma fiel companheira e defensora. Alguém que te ama como só a Ana Luiza sabe amar.

Eu rio e choro. Tem sido assim. A vida é imprevisível e boa e feliz e sofrida. Amar é sofrer. E eu, que sempre tive a veia dramática mais grossinha mesmo, vivo você com todo drama, romance, comédia e suspense que me cabem.

Um ano depois da sua chegada, posso dizer que não merecia tanto. Estou grata, feliz, com o coração cheio de amor e de olheiras que nunca mais vão embora pelo visto. E isso é bom. Trabalhar é bom, desafios me motivam e a misericórdia infinita de Deus me levou a viver até aqueles dias que eu achava que não ia conseguir mesmo se quer, levantar da cama.

O meu desejo hoje é que possamos viver os dias que o Senhor separou para nós, um dia de cada vez. Desejo que Deus me capacite a enxergar o que Ele já preparou antes de você nascer, como sendo o melhor pra você. Seja o que for. Quero ver e cooperar e te servir, te apontar o caminho e te amparar até aonde eu possa ir. Te desejo um novo ano com muitas alegrias e descobertas e encantamentos que só a infância proporcionam. Espero estar do seu lado ou por perto te observando e recebendo aquele sorriso cheio de charme que só você tem, cheio de amor e cumplicidade. Você é, sem dúvida, um presente de Deus. Obrigada por este um ano! You are ONEderful and a wild ONE! Te Amo pra sempre!!!!!





Comentários

  1. Karol quanto tempo! Se vez em quando venho espiar aqui mas já tinha um tempo que não vinha por aqui, mas sempre lembrando de vcs.
    Suas palavra e reflexões sempre falaram ao meu coração e Deus te usa poderosamente.
    Essa noite sonhei com vc e Deus lindos filhos. E eu te apresentava a minha pequena Rachel, que também me fez viver intensamente esse ano. Muitas saudades de seus posts no facebook. Seus vídeos continuam a serem compartilhados por mim para amigas que estão na jornada da gravidez, maternidade. São de utilidade pública rsrs
    Que Jesus continue te dando graça e sabedoria dos céus e a paz, infinita paz. Posso dizer que amo você? Beijosss

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Caro leitor,

Obrigada por tirar um tempo para comentar aqui. Ficarei muito feliz em ler seu comentário e responderei assim que possível. Um beijo!

Postagens mais visitadas deste blog

Parto Domiciliar do Mathias | A trajetória

Bon Appétit: Wrap de Alcatra e Cheddar

Inspirando...babies!