VAI TER CORAÇÃO (e chocolate!)



Sim, claro, com certeza, é óbvio que eu estou total no clima love esta semana. 

Se você acompanha este blog há mais tempo, deve saber que eu sou fã de carteirinha de comemorações e que me ligo bastante à datas e nem um pouco se elas são inventadas, se elas têm papai noel, coelho da páscoa, pônei rosa...o que importa é que inventaram um motivo para se comemorar (coisas boas) e do meu ponto de vista, a coisa mais inteligente a se fazer é usar isto a seu favor. Eu sei e todos sabem que dia 12/6 é uma data pra lá de comercial, assim como Natal, dia das mães, pais, crianças... mas quem disse que por isto temos que torná-las insignificante? Podemos dar às datas nossos próprios significados e eles podem passar longe dos significados monetários/comerciais que o mercado impõe.

Enfim, este ano se tudo der certo, vamos comemorar nosso oitavo dia dos namorados. Pra mim, só o fato de tê-lo há oito anos já é motivo o suficiente para agradecer e comemorar todos os dias.

Sou da opinião que ninguém precisa esperar uma data especial para demonstrar amor. Aliás, quer coisa mais gostosa do que uma declaração inesperada? Uma expressão completamente espontânea? Mas, por outro lado, sou realista o suficiente para saber que a correria do dia a dia e a nova vida de adultos responsáveis pais, torna as coisas mais complexas, mas não impossíveis! Dá mais trabalho, mas também acho mais recompensador. E acho que a data comercial dá um empurrãozinho extra, o clima coopera para que a gente se anime.

Serei eternamente uma encorajadora de demonstrações de amor, de celebrações, de momentos à dois, de declarações, de carinho. Não conheço ninguém neste mundo por mais anti-festas-comemorações-datas especiais que seja, que não goste de sentir-se amado, valorizado, cuidado. E isto é sim no dia a dia que demonstramos mas aproveitamos as datas especiais para dar uma potencializada na coisa toda e para sair da nossa zona de conforto. É uma ótima oportunidade para usar a criatividade (sem necessariamente usar o bolso) e fazer quem a gente ama feliz!

Por isso fica aqui meu desafio à todos vocês que por algum motivo estão lendo estas linhas. Principalmente se você for mãe. A rotina massante, a correria, as listas que nunca terminam, o cansaço que parece sempre vencer, as tarefas que se acumulam, tudo isso são motivos plausíveis para que o dia dos namorados seja apenas mais um dia normal, comercial, bobagem.  Mas como eu disse lá em cima, use as circunstâncias a seu favor e SEJA FELIZ, FAÇA O OUTRO FELIZ! :) Aproveite este dia para sair da rotina, para fazer algo diferente, para por as crias na cama e ir aproveitar aquela pessoa que estava lá no começo de tudo e que, se Deus permitir, estará lá com você no final. Você não precisa sair de casa, não precisa comprar presente, não precisa gastar rios de dinheiro, não precisa de uma roupa nova. Precisa apenas de sensibilidade e uma boa dose de vontade (aliada à um planejamento básico prévio, quase que imprescindível para qualquer mãe que deseja concluir qualquer tarefa).

Então aqui estou eu para te dar uma ajudinha extra, esperançosa que o seu dia 12/6 será especial!

Vamos à parte prática! YAY!!!!! #todasagradece

DECISÃO 1: 

SAIR x FICAR EM CASA

1. Se você tem com quem deixar os filhotes ou não os tem, sair pra jantar pode ser uma boa opção. É prático, te poupa o trabalho de cozinhar e da louça (quem curte né..) e vocês podem aproveitar para experimentar algo novo. Vale a pena ligar o quanto antes e verificar se estarão trabalhando com reservas, programação especial, cardápio especial...lembre-se que você e todo mundo quer comemorar e por isso fica tudo cheio. Pra se estressar e acabar a noite mais cedo não custa muito nesta data.

2. Se você não tem com quem deixar o filhos (NÃO É MOTIVO PRA NÃO COMEMORAR) ou prefere algo mais romântico, à sós, ou ainda econômico, ficar em casa é perfeito. Você pode usar o que tem em casa e com pouca coisa consegue fazer uma decoração legal, um jantar e tudo sem pressa, sem fila e sem stress (desde que você se programe com antecedência).

Desculpas esfarrapadas x soluções práticas: 
(Antes que apareçam já estou resolvendo)

- Karol, não tenho tempo para preparar nada especial pra jantar, minha vida é uma loucura. 
Ninguém é obrigado a jantar. Você pode preparar um café da manhã diferente, um almoço, um café da tarde... Pode incluir um bilhete na mesa com um simples "te amo, obrigada por me aturar!". Use a criatividade para tornar qualquer coisa simples em algo especial. Se você acha a ideia do jantar legal, pode preparar algo com antecedência e congelar. Não precisa ser um prato super mirabolante. Não precisa ser nada super requintado. Pode ser o prato preferido dele/dela por exemplo, por mais simples que seja. É só dizer "sei que é simples, mas fiz pra te agradar porque sei que é seu prato preferido e queria que se sentisse ainda mais especial hoje!" (Olha que resumida esta declaração! Fácil fácil de dizer! Não cai a língua, fique em paz).

- Karol, não estou a fim de cozinhar e não vou sair de casa porque não tenho com quem deixar os filhos/estou sem grana. 
Ninguém precisa comer! Compre um vinho. Compre um espumante. Compre uma caixa de chocolates. Se você achar que é muito consumismo, faça um brigadeiro de panela. Faça um bilhete. Escreva uma carta. Cole um bilhete no espelho. Escreva no espelho com batom (é brega, eu sei, mas faz parte do show - pode se jogar). Toque a música predileta de vocês e fale alguma coisa romântica do tipo "essa música sempre me faz pensar quão sortuda/abençoada/feliz/perseverante em oração eu sou por ter você na minha vida." (Não dói, pode falar!) - MANDAR SMS/WHATSAPP/MSG DE TEXTO/E-MAIL COMO MEIO PRINCIPAL DE DECLARAÇÃO É PECADO NESTE DIA. VOCÊ ESTÁ FAZENDO ISTO ERRADO. VOLTE UMA CASA.

Acabei de fazer a lição de casa de vocês, agora mãos à obra! Botem essa massa cinzenta pra funcionar e liguem o coraçãozinho no modo sensibilidade pelos próximos dias. Prometo que não mata, não é ilegal, não é pecado e pode até viciar, mas fazer o outro feliz e celebrar o amor é um bom motivo ;)


2011 - Nosso primeiro dia dos namorados juntos (fisicamente). :)



Quando eu te vi, me apaixonei; e você sorriu porque já sabia. :-)



Até breve!



Comentários

Postar um comentário

Caro leitor,

Obrigada por tirar um tempo para comentar aqui. Ficarei muito feliz em ler seu comentário e responderei assim que possível. Um beijo!

Postagens mais visitadas deste blog

Parto Domiciliar do Mathias | A trajetória

Bon Appétit: Wrap de Alcatra e Cheddar

Inspirando...babies!