Uma mãe de primeira viagem: Sobre o Sono - Parte I

Que saudades daqui! Estou há meses com o meu computador com problemas e por isso tenho que me desdobrar em 5 pra conseguir postar, pois dependo do computador do marido ou então tento dar um jeito com o iPad, mas nem sempre é possível... tenham paciência comigo :)

Bom, queria escrever aqui nossa experiência com um dos assuntos mais temidos para as novas mamães: O Sono!

Vou separá-lo em duas partes e falar primeiro sobre a rotina e horários e depois sobre "dormir a noite toda".

Eu e o marido sempre curtimos uma preguicinha, principalmente aos domingos e dias frios!!! Dormir juntinho e bastante é, sem dúvidas, uma invenção divina! Sendo assim, eu sempre fiquei apavorada, horrorizada, descrente e amedrontada quando ouvia as histórias de sono dos lindos bebês. Cada uma mais terrível do que a outra: "fiquei x anos sem dormir", "meus filhos nunca dormiram sozinhos", "só dorme se eu embalar", "só dorme se....", "o pai dorme na cama dela e ela dorme comigo", entre outros. Quero dizer que se você é adepto da cama compartilhada, espero que não se ofenda comigo. Eu não sou. Adoro colocar a Ana Luiza na nossa cama, adoramos um soninho da tarde juntos em família e certamente quando ela crescer, terão noites que ela vai querer dormir no nosso meio e vamos deixar com certeza, faz parte das boas lembranças da infância (talvez mais pras crianças dos que pros pais que são esmagados a noite toda, certo mãe?). Contudo, ela tem o berço dela, o quarto dela, e nós temos o nosso e cada um no seu galho aqui em casa. Pra nós, funciona melhor assim! :)

Pois bem, sou do tipo que às 23 já está caindo de sono e durmo em qualquer lugar e de qualquer jeito. Meus amigos noturnos sempre que nos visitavam se deparavam com cenas do tipo "Karol nos deixou falando sozinhos e dormiu no sofá", ou ainda, começava a dormir no ombro do JC em algum estabelecimento, e quantas vezes eu dormi no sofá dos amigos mesmo. É normal e não é por maldade, depois todos acostumaram...rs... Justamente por isto, na gravidez eu vasculhei a internet atrás de dicas sobre como minimizar o drama do sono. Sempre perguntava pras amigas mães como elas fizeram e quando menos esperava, chegou a nossa vez.

Não tem jeito, no início você NÃO vai dormir bem. Um recém nascido tem o estômago minúsculo e portanto, não consegue ingerir grandes quantidades de leite, o que o faz ter fome com muita frequencia. A medida que eles vão crescendo, a capacidade para ingerir maiores quantidades também aumenta e as mamadas vão espaçando, mas aquelas primeiras noites parecem não ter fim. Eu sofri muito com a privação de sono, tudo que eu queria era dormir a noite toda (tenho dificuldade de dormir durante o dia) e cheguei a pensar que eu ia ficar louca e nunca mais dormiria a noite toda, mas aquele mantra materno é verdade, "isso passa". Mas eu acredito que pra passar bem, é bom se esforçar...

Aqui estão as lições que aprendemos: 

Lição número 1:  Os bebês não nascem sabendo dormir nem diferenciar dia/noite. Isto é tarefa para os pais ensiná-los. Sonecas durante o dia sempre com as cortinas abertas (ou entre abertas) para ter a luz do dia, nada de silenciar a casa toda porque a criança está dormindo (para que eles aprendam a dormir com os barulhos normais da casa - minha mãe já passou aspirador de pó no quarto que a Ana Luiza estava dormindo e ela continuou dormindo) e pegar sol para que o relógio interno deles comece a diferenciar os turnos. À noite, quarto escuro e mais silêncio na casa (não precisa eliminar todo barulho, apenas para diferenciar um turno do outro). Criar um ritual do sono para que o bebê entenda que aquela é a hora de dormir.

Lição número 2: Bebês precisam dormir...e MUITO. Quando comecei a ler, fiquei horrorizada que um recém nascido dorme 18 horas por dia! Pensei..."tô feita, vai dar tudo certo!" Só que para nossa tristeza essas 18 horas são bem picadinhas. Depois, aos três meses são aproximadamente 15 horas, e assim por diante (vou colocar uma tabela abaixo). É tentador você estimular o bebê a ficar acordado ou achar que se ele dormir muito durante o dia não dormirá à noite. É justamente ao contrário. As sonecas do dia são imprescindíveis para o bom sono noturno. A Encantadora de Bebês fala bastante sobre isso no livro dela, vale muito a pena pesquisar. Até os 4 meses em geral a regra é "duas horas (+/-) de sono e uma acordado (incluindo o tempo de mamada)". No comecinho é bem difícil mantê-los acordados por uma hora, mas isso vai mudando gradativamente também. Vale lembrar que SEMPRE tem aquele que vai dizer "mas já vai dormir de novo? Tadinha, só dorme!" Meu conselho: finja que o comentário foi feito para a porta e que não ouviu, seu filho irá agradecer no futuro quando estiver dormindo bem, crescendo de acordo (o hormônio do crescimento é liberado durante o sono) e sendo uma criança de hábitos saudáveis no que diz respeito à dormir.

Lição número 3: Comece como deseja continuar. Esta foi uma dica preciosa da Encantadora de Bebês. Quer que se filho durma sempre mamando? Deixe-o dormir mamando desde o início. Quer que seu filho só durma se for embalado? Embale-o para dormir desde o início. Quer que seu filho só durma se for andando pelo corredor com a luz acesa (rs...)? Caminhe com ele no colo pelo corredor de madrugada com a luz acesa. Eu não acho que tenha alternativa certa ou errada, apenas uma questão de escolha, cada um sabe o que é melhor para si mesmo, certo? O ideal é que a criança aprenda a conciliar o sono sozinha, mas cada família faz a sua escolha. No nosso caso, sempre colocamos ela pra dormir no berço desde o início para ela ir se acostumando. Nos primeiros dias ela dormia à noite no meu quarto (eu morria de medo dela fazer qualquer barulho e eu não ouvir) e as sonecas diurnas todas no berço. Depois fui ficando mais confiante e comecei a colocá-la para dormir no berço e dormia grudada na babá eletrônica no volume máximo. Hoje dormimos de porta aberta e nem uso mais a babá ligada durante a madrugada. Se ela faz algum barulho eu ligo e vejo o que se passa...

Lição número 4: Rotina é tudo na vida de um bebê! Falei ali em cima sobre criar um ritual e ele se enquadra aqui. Ter uma rotina é algo cansativo e repetitivo, é bem verdade, mas como é maravilhoso para as crianças. Elas ficam mais seguras sabendo o que esperar e quando esperar e ajuda a eliminar tantos achismos... "acho que é sono", "acho que é fome", "acho que é cólica". Estabeleça horários e a ordem para que as coisas aconteçam e tudo fluirá melhor. Fazer as coisas cada dia em um horário deixa o bebê confuso, irritado, muitas vezes super estimulado, stressado e adeus sono...

A VIDA COMO ELA É

Não foi fácil aprender a colocar a Ana Luiza em uma rotina e ensiná-la a conciliar o sono sozinha. As primeiras semanas foram de olheiras profundas e desespero. Passamos noites andando com ela pra lá e pra cá, noites em claro mamando sem parar, noites acordando a cada duas horas, várias vezes confusos do porque ela chorar quando a colocávamos no berço, enfim... marinheiros de primeira viagem!
Apesar de ter bem claro sobre a necessidade de uma rotina, até conseguir, nos batemos um pouco, tem que insistir, recomeçar, recomeçar, recomeçar a cada dia! A primeira coisa que eu foquei foi o ritual do sono noturno, que inclui o banho. Aqui em casa é: uma mamada, banho, tempinho nosso para orar/ler, cama. Repetindo isso todos os dias e preferencialmente no mesmo horário, percebo como ela já está habituada e como sabe que é a hora de dormir e principalmente, como ela fica estressada quando passa das 20:30 e ela não está no berço dormindo!

A rotina dela é assim (nos dias lindos): 

06:00-06:20 - Acorda e mama;
06:30-06:45 - Troco a fralda e volta pro berço;
09:00 - Acorda e recebe quem for buscá-la no berço com um sorriso desdentado mais lindo desse mundo e mama
09:30 - 10:20 - Brinca, leva a Fifi pra passear e grita feito um boto até começar a dar os primeiros sinais de sono, aí a mamãe troca a fralda e põe pra dormir
10:20-12:00 Soneca da manhã (essa sempre flui bem!)
12:00 - Acorda e mama;
12:30: 13:20 - Nos faz companhia para o almoço em sua cadeirinha, brinca com o papai, grita mais um pouco com a luz, recheia a fralda pro papai trocar...
13:20 - Soneca pós-almoço (essa às vezes demora até engatar)
15:00 - Acorda e mama;
15:30 - Mais brincadeiras, shows de karaoke com a mamãe, facetime com a vovó, passeio de carrinho na praia, assistir a mamãe terminar de arrumar a casa na cadeirinha, visita ao papai no escritório, são muitas opções!!!
16:30 - Aqui o sono começa a pegar e é hora da última soneca rápida! Se estou na rua, ela geralmente acontece no carrinho ou no bebê conforto.
17:30 - Mamada de novo, pra barriga ir dormir bem satisfeita!
18:00 - Bate papo com o papai para contar como o dia foi difícil, companhia pro papai e mamãe no açaí, no shopping ou qualquer invenção dessas de moda...
Perto das 19:30 ela já está cansada e aí eu ofereço mais uma mamada. Depois é banho com o papai, uns minutinhos para orar ou eu leio alguma coisa pra ela (comecei recentemente) e bercinho!
23:00 - Nós pegamos ela no berço e eu ofereço mais uma mamada, a última do dia.
23:30 - 06:00 - Oro a Deus no subconsciente para ser uma noite tranquila...repete tudo de novo!

Nos dias não tão lindos, quando saímos da rotina, aos sábados por exemplo quando temos reunião da igreja, ou dias que chegamos mais tarde em casa por algum motivo, ela geralmente chega stressada de sono e eu ofereço uma mamada (independente do horário) e deixo ela dormir mamando. Geralmente ela acorda a hora que a ponho no berço mas ela já vira pro lado e vai... Também tem os dias que ela está crescendo e precisa mamar mais, aí ela acorda de madrugada entre 3:00-4:00 e mama MESMO!  Enfim, temos os dias fora da curva como qualquer pessoa, afinal estamos criando um ser humano e não um robô, né? =)

Depois que conseguimos firmar esse horários e rotina (antes dos dois meses) nossa vida mudou e conseguimos dormir melhor de novo. Quando estou muito cansada, vou dormir antes da mamada das 23:00, acordo, ela mama e eu volto à dormir. Também já aproveitamos essa esticada maior à noite para sair! Uma vez em Joinville (a vovó ficou cuidando) e recentemente minha irmã dormiu aqui e nós aproveitamos para sair. Contanto que eu esteja presente para a mamada dos sonhos, tá tudo certo. Ainda não experimentei bombear leite e deixar, mas tendo a oportunidade/necessidade, o farei!!

Olhem que coisa mais fofa dormindo com a boneca de pano que ela ganhou em Joinville!

Obrigada tia Adri!!!


Essa tem sido a nossa experiência com o sono no que diz respeito à rotina e horários!

Vou aproveitar e deixar aqui uma tabela de referência para as mamães. Ela foi retirada do Baby Center e caso queiram ler mais sobre o assunto, vale a pena!

IdadeDurante a noiteDurante o diaTotal
1 mês8h 30min7h (3 sonecas)15h 30min
3 meses10h5h (3 sonecas)15h
6 meses11h3h 45min (2 sonecas)14h 45min
9 meses11h3h (2 sonecas)14h
12 meses11h 15min2h 30min (2 sonecas)13h 15min
18 meses11h 15min2h 15min (1 soneca)13h 30min
2 anos11h2h (1 soneca)13h
3 anos10h 30min1h 30min (1 soneca)12h

Contem como foi a experiência de vocês e encorajem outras (futuras) mamães! :)

Até breve!

Comentários

  1. Oi Karol! Olha eu amo suas dicas, eu tenho sempre aberto na minha aba sua pagina, acredite se quiser rs
    Eu gostaria q todas as maes do mundo vissem sua pagina e fossem leitoras assíduas pois eu ja aprendi mto aqui.... Eu tenho um bebe de 1 ano e 9 meses o Jorge, e uma bebe de 3 meses a Ana Elisa, e realmente mtas pessoas acham q eu exagero em fazer questao do sono da tarde, mas eu insisto e meu filho é lindo se vc olha pra ele vai dizer q ele tem 3 anos de tao bem criado! Ate 1 ano e meio pra mim foi sagrado ele comer legumes e ppinhas bem elaboradas e somente frutas, hj q eu libero um docinho e tal... Minha bebe dorme cedo mas minha rotina é dormir tarde pelo trabalho do meu marido, entao o Jorge dorme tarde e acorda tarde, isso é ruim mas ansoneca da tarde dele é longa das 15:00 as 17:30/18:00! A pediatra uma vez disse q se eles passarem de 3 hrs dormindo de dia eles confundem com o sono noturno... Entao nao deixo...
    Sempre que desconfio que minhabebe quer mamar eu dou meio q livre demanda mesmo, pois as vezes ela pode nao estar com fome mas sim com sede, que é aquele primeiro leite que vem... E vc usa protetos de seio? E sobre chupeta? Os meus nunca pegaram, nunca aprenderam e eu nem achei ruim, mas minha bebe nao tira a mao da boca e eu nao to conseguindo tirar isso, toda vez q vejo ela ta chupando mão.. Quase inteira... Dai eu tiro mas nao sei o q fazer... Bom por enquanto é isso rsrs obrigada
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana! Fico muitíssimo feliz que vc encontre aqui algo de bom! :) é sempre legal trocar experiências com outras mamães! Eu também não abro mão das sonecas dela e quando precisa ser firme com outras pessoas eu sou...afinal, é pelo bem dela! Sobre a amamentação, eu não uso protetor não. Até tentei no início quando o bico estava em carne viva, mas a mocinha não pegou, então teve que ir sem mesmo!!! Hoje em dia já é tranquilo. Sobre a chupeta: eu comprei várias, mas a minha menina não pegou de jeito nenhum!!!!!!! Ela chupa dedo! No início eu fiquei meio assim, mas conversei com a pediatra e vamos desacostumando ela a medida do possível. Muitos bebês largam o dedo por si só e o hábito é prejudicial quando vem a dentição permanente... Vamos ver como ela vai reagindo! :) beijos e muito obrigada pelo seu comentário :))

      Excluir
    2. Ei Karol!! Reúno com a Joanna Arndt em Pedra Azul, ela me indicou seu blog, amooo!
      Perdoe a invasão da sua conversa, mas não posso deixar passar isso...
      Sou mãe de uma menina de 1a e 8m, e também sou dentista. O hábito do dedo, e também da chupeta, não prejudica somente a dentição permanente. Se o osso da maxila ( arcada superior) desenvolve "adaptado" ao dedo ou chupeta, já era...
      Sabe aquelas crianças que tem os dentes tipo peixe? É isso!! Nem aparelho resolve... porque o problema é no osso.
      Se o hábito é tirado até 4 anos, a mordida aberta dentária ( restrita aos dentes) resolve por si só, pelo equilíbrio entre língua e lábios!
      A Minha pequena não pegou chupeta, e começou a chupar dedo com uns 2 meses. Fiquei desesperada e insisti com a chupeta, afinal, são ortodônticas e mais fáceis para tirar. Ele chupava mais para dormir e quando ela fez um ano eu tirei e pronto!!!
      Fique atenta com sua pequena, o pediatra tem razão quanto aos bebês que largam por si só, mas é sempre bom não deixar hábitos assim ganharem força!! :)
      Beijos!!! E que o Senhor Jesus continue nos dando graça nessa linda e surpreendente jornada da maternidade!!

      Excluir
    3. Nossa Cristiane, muito obrigada pelo seu comentário! Nada melhor que alguém profissional pra falar sobre né? Quando falei sobre a dentição permanente, foi mais ou menos isso que você falou! A maior parte dos artigo que li, falava que o problema se agrava a partir de 4/5 anos! Confesso que quando a Ana Luiza começou a chupar dedo eu entrei em desespero!!!! Depois de pesquisar fiquei mais tranqüila e estamos sempre olhando e tirando. Ela chupa pra dormir, mas não pega em hipótese alguma a chupeta... Cospe longe e fica super irritada. Continuo tentando rs... Obrigada mesmo pela sua opinião! Bjs!

      Excluir
  2. Graças a Deus com uns 4 meses o Arthur aprendeu a dormir sozinho, e "a noite toda" (no inicio das 7pm as 4am e ai ate as 8). Sozinho porque eu começei embalando, com moises no quarto, com musiquinha, enfim, tudo errado. Ultimamente elw tem tido dias dificeis quando um dente esta saindo, ai acorda com dor, mama mais pois nao come bem, quer musica e colo. .. E a gente dá sim, porque a vida já é dificil, dor de dente a noite entao ninguem merece. Ja as sonecas eram de 1 a 1:30hs de manha e a tarde des dos seis meses, porem neste ultimo mes as vezes dorme só 20 cada vez. Boa sorte com a pequerrucha! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vida já é difícil e com dor de dente!!! Hahahahaha é verdade! Tem horas que só mamãe resolve :)

      Agora vc pensa que seu amigo Jó também não embalou bebe de madrugada? Pensa na pessoa duas e tanto da manha andando pela casa.... Desespero define... Lol

      Bjs!!!

      Excluir
  3. Respostas
    1. Muito obrigada Carol! Aprendi um monte com você! :)

      Excluir

Postar um comentário

Caro leitor,

Obrigada por tirar um tempo para comentar aqui. Ficarei muito feliz em ler seu comentário e responderei assim que possível. Um beijo!

Postagens mais visitadas deste blog

Parto Domiciliar do Mathias | A trajetória

Bon Appétit: Wrap de Alcatra e Cheddar

Inspirando...babies!