Facilitando a vida: congelando!

Bom dia!!!!

Essa semana começou com agite TOTAL nesta família. Ontem meus sogros chegaram para passar uns dias conosco e fiquei envolvida com isto durante todo o dia, hoje começam a todo vapor as preparações finais do chá e também mais um bocado de coisas para a chegada da Ana Luiza! 

Durante o final de semana aproveitei para riscar alguns itens da minha lista e um deles foi o de preparar alimentos que possam ser congelados. Se você pretende fazer uma festa, seja ela qual for, recomendo demais que você se adiante e prepare com antecedência alimentos que possam ser congelados, reservando assim mais espaço de tempo para outras coisas que surgem e devem ser resolvidas próxima a data do evento. 

Pra quem não sabe como proceder, achei em um site dicas muito legais que utilizei para preparar meu cachorro quente, mas ela inclui diversos tipos de alimentos, vejam só:

ie280029 Como congelar alimentos corretamente

"Na correria do dia a dia, nunca temos tempo de preparar uma boa refeição completa, e sempre acabamos deixando boa parte das compras do mês estragarem. Para amenizar isso e facilitar o seu dia, a melhor opção é o congelar os alimentos.

Abaixo seguem algumas informações que você deve saber antes de iniciar essa prática.

Etapas do congelamento:

  • Separe alimentos de boa qualidade e limpos;
  • Faça os procedimentos necessários para cada tipo de alimento (veja abaixo);
  • Coloque em embalagens adequadas como potes plásticos, vidro ou sacos plásticos próprios para alimentos em quantidades pequenas, ideais para o consumo de uma refeição, tentando retirar o ar se possível, com uma bombinha específica ou um canudo;
  • Identifique com uma etiqueta contendo data de fabricação e data de validade;
  • Coloque no freezer na temperatura adequada, abaixo de 18ºC;
  • Conserve os alimentos congelados numa temperatura de -18ºC por até 3 meses; Nunca re-congele os alimentos.

Congelamento de frutas:

As frutas devem ser limpas e os caroços devem ser retirados. Armazene as frutas na quantidade exata que você ou sua família consomem. Coloque uma etiqueta com os dados descritos acima e coloque na embalagem. As frutas congeladas devem ser consumidas em preparações como bolos, tortas, vitaminas, sucos entre outros.

Congelamento de hortaliças:

Para congelar hortaliças é necessário usar uma técnica chamada branqueamento, que conserva melhor as características como sabor, cor, textura, além de provocar também uma diminuição na atividade enzimática e na proliferação de bactérias.

O branqueamento se refere à lavagem correta das hortaliças, onde devem ser retiradas as partes estragadas. Em seguida, deve-se submergir o alimento em água fervente e rapidamente colocá-lo em água fria, para que ocorra o choque térmico e pare o cozimento.

Siga os passos abaixo:

  1. Branquear (escaldar) os vegetais em 2,5 litros de água, mergulhando cerca de 300g cada vez, com o auxílio de uma peneira. Os vegetais deverão ficar imersos na água fervente pelo tempo indicado na tabela. A mesma água pode ser usada para até 8 porções do mesmo tipo de vegetal, aguardando-se levantar fervura antes de mergulhar nova porção (para vegetais diferentes é necessário trocar a água).
  2. Resfriar os vegetais no mesmo espaço de tempo em que foram escaldados, também com o auxílio da peneira. Passar primeiramente os vegetais em água fria corrente e em seguida mergulhá-los em água com gelo.
  3. Secar bem, embalar e etiquetar.
Tabela 600x511 Como congelar alimentos corretamente

Clique para Ampliar a Tabela de Congelamento de Hortaliças

Congelamento de carnes:

As carnes, bem como aves e peixes, devem ser limpas e as partes não comestíveis (como a gordura excedente) devem ser retiradas. Esses alimentos devem ser armazenados na quantidade em que serão consumidos.

Congelamento de alimentos pré-preparados:

Prepare os alimentos com pouco tempero e não exceda o tempo no fogo, já que os alimentos serão aquecidos novamente.

Após o preparo dos alimentos, coloque-os em embalagens adequadas, na quantidade a ser consumida em uma refeição, em seguida coloque a embalagem do alimento pronto em cima de um recipiente com água fria e gelo. Depois, coloque o alimento no refrigerador e após o resfriamento, coloque no freezer.

Temperos:

  • Alho – descascar e colocar os dentes num pote rígido, cobertos com óleo; retirá-los conforme a necessidade, com o auxílio de uma colher.
  • Cebola – picada ou cortada em rodelas: proceder como no caso do alho; inteira: tirar a pele e colocar quantas quiser num saco plástico, extraindo o ar; ralar a cebola ainda congelada e guardar as restantes sem esquecer de extrair o ar.
  • Salsinha e demais temperos verdes deve ser lavados, secos e guardados num recipiente plástico com tampa, compactando bem; retirar cada porção necessária raspando com uma colher; preencher com um plastico ou papel alumínio o espaço entre o tempero e a tampa antes de guardar a quantidade não utilizada. Obs.: Tempo de conservação do Alho, Cebola e Salsinha é de 6 meses.

Alimentos que não devem ser congelados:

Ovo com casca, maionese, chantilly, iogurte, folhas (alface e etc), pudins em geral, batata, pepino, salsão, creme de leite, queijos cremosos, cremes engrossados com maisena e etc…

Descongelamento:

Os alimentos devem ser descongelados sempre colocando o alimento no refrigerador, em forno de microondas ou em temperatura ambiente por no máximo 4 horas, sempre com a embalagem adequada."

Fonte: site receitas de minuto

Eu achei as dicas muito úteis!!!! Da pra fazer tanto para o dia a dia quanto para eventos especiais! 

Espero que seja útil pra você também!!!!

Boa semana!

Até breve!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Parto Domiciliar do Mathias | A trajetória

Bon Appétit: Wrap de Alcatra e Cheddar

Inspirando...babies!