(Re)Lendo e Recomendo!


Eu sei que já falei aqui que sou uma negação para leituras. Aliás, tudo que requer que eu sente, tenha paciência, "perca" tempo, foque, me traz certa dificuldade. Nunca fui uma criança que sentava na frente da tv, por exemplo. Sempre que o assunto é leitura eu fico com a bíblia por ela ser prioridade e porque se eu colocar algo no lugar tenho tendência à deixá-la de lado, mas eu me esforço. Se o livro não me chamar atenção nas primeiras 20 páginas ele está fadado a ser largado! Já quando é interessante eu não largo enquanto não termino!

Em 2005 eu comprei um livro com uma amiga enquanto morava em Atlanta, em uma livraria brasileira. O título me chamou atenção mas eu levei 5 (isso mesmo, cinco) anos para pegar o livro pra ler de fato. Foi um pouco antes de me casar que eu disse que iria ler aquele livro mesmo. E foi ótimo! É um livro fácil e o melhor de tudo PRÁTICO. Ele é um livro que você lê e diz "posso aplicar isso na minha vida."

Eu não quero entrar nos méritos da mulher de provérbios 31, porque eu sei que há opiniões diversas sobre esse texto. Algumas dizem que ela não existiu, outras dizem que é uma utopia alcançar tal patamar, outras a tem como modelo e ainda há a corrente que diz que ela não fala de uma mulher em si e sim da Igreja. OK! O intuito do post não é ensinar nada nesse contexto, é apenas uma dica para mulheres que gostam de ler sobre outras mulheres que tem as mesmas dificuldades cotidianas de todas nós, com uma ótica e parâmetro bíblicos.

A princípio pode até parecer uma coisa meio impossível, mas acho que o legal da vida é fazer o impossível e (buscar) ser o melhor em tudo que fazemos. O meu melhor é diferente do seu e vice versa e é por isso que eu achei o livro interessante, porque o parâmetro é justamente uma mulher bíblica com virtudes e características diferenciadas, virtudes estas que todas nós buscamos por entender e compreender a vontade de Deus para nós. Aí vai de cada uma de nós....

Longe (muito, mas muito longe mesmo) de mim ousar dizer que tenho algo a ver com essa mulher! Contudo o desafio de tê-la como referencial é no mínimo, interessante e desafiador.

Recentemente peguei o livro novamente para recapitular e fortalecer o que tenho buscado no Senhor, ser a mulher que Ele quer que eu seja e não a que eu acho ou a que o mundo acha que eu tenho que ser.

Bom, se alguém aí tiver interesse o livro é este:



Sei que leitura é muito pessoal, maaaaas... vai que alguém aí acaba aprendendo assim como eu tenho aprendido! :)

Depois de um dia cansativo como o de hoje, nada melhor do que deitar na minha cama e receber inspiração para continuar no dia seguinte.

Bom fim de noite pra vocês!

Até breve!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Parto Domiciliar do Mathias | A trajetória

Bon Appétit: Wrap de Alcatra e Cheddar

Inspirando...babies!