Despedindo a solteirice!

Aeroporto de Guarulhos

Sumi mas estou aqui, firme e forte. Semana passada estive ausente por conta de probleminhas oriundos do inverno (muita gente anda passando mal). Fiquei numa bad, mas já contra ataquei com força, remédio e sol no fim de semana. Sim, passei o final de semana na ilha do sol!

Chateada por acordar assim no sábado. 

O MELHOR DO MUNDO (esse é de Araçauna)!!!! Meu plano secreto de vida é que se tudo der errado, vou vender picolé da Ajellso em Bombinhas e colocar JC pra fazer tatto de henna nos hermanos. 


fritando as bactérias do pulmão em 3,2...


Minha ida à Vix dessa vez tinha um propósito específico e dos tops: ver minha amiga Ingred se casar e ainda termos a honra de sermos padrinhos. Eu amo casamentos, mas eu tenho certa preferencia em presenciar aqueles que a gente conhece e participa ativamente da história dos noivos, sabe que são pessoas comprometidas com o Senhor e que irão se dedicar ao máximo aquela união e melhor ainda é ver a amiga que a gente tanto ama tomar uma decisão tão linda e abençoada. A família é um propósito de Deus e acho que por isso é tão emocionante vê-la iniciando-se.

Decidi deixar a parte melosa da história para sexta e hoje contar a parte divertida, da qual participei desde a programação à execução!

Como não pude participar do chá de lingerie da fofurice, propus que faríamos uma despedida de solteira no sábado, já que o casamento seria no domingo. A noivinha prontamente aceitou e eu prontamente me alegrei, pois seria A vingança do meu chá de lingerie. Sim, ela e a Lídia (minha próxima vítima) fizeram miséria comigo no meu chá, paguei micos homéricos! Só que eu avisei para ambas que o dia delas também iria chegar e que minha vingança viria a galope. Neste caso, foi voando.

A escolha do local foi junto com a minha consultora para assuntos relacionados ao entretenimento capixaba Suzana, vulgo minha irmã. Aceitei a sugestão e decidido a hora, local e a razão pedi uma lista de amigas que nossa noivinha gostaria de convidar para este evento que seria tão único. Elaborei o convite e chamei as amigas pro abraço:

Quanto mais perua, mais a cara dela!

Pedi que todas fossem de branco, pois qualquer um que passasse saberia que se tratava de uma noiva ou uma reunião de algum centro com finalidade espiritual. Logicamente que a noiva em si teve alguns adereços extras para diferencia-la das demais convidadas, mas isso também fazia parte do mico. 

Pedi ainda que a Suzana fizesse duas plaquinhas para fotos, já que ela é artista por natureza e de grafia privilegiada:
1.       Obrigada por desencalhar minha amiga!
2.       Seu recalque bate no meu vestido de noiva e volta (porque sempre tem as do recalque!)

Chegando a Vitória, passei em uma loja de artigos para festa e comprei um boá branco lindo e chamativo e uma tiara com véu de noiva. O mico mór seria uma performance em público. J

Sábado à noite nos encontramos no lugar proposto e para minha alegria suprema ela se atrasou e deu tempo da casa encher bastante, maximizando o mico. Naquela noite teria uma banda tocando (MUITO BOA POR SINAL) e ao chegar já colei no garçom e pedi que ele me ajudasse a fazer a minha amiga pagar bastante mico porque era a despedida de solteira dela e ele adorou e disse que eu podia contar com ele. Quando ela chegou a recepcionei no carro para garantir que ela entraria a caráter. Não tinha um que não olhasse a cena. Subimos para a mesa que nos fora reservada, tiramos fotos, comemos e eu já logo comecei a levantar militantes para minha causa: Tem que ter performance! Obviamente as meninas adoraram a ideia e começamos logo a aterrorizar nossa amada amiga. A banda começou a tocar e já anunciou a nossa presença graças ao garçom fofo participativo.



My baby!!!

Com parte da turma!


No intervalo que eles fizeram, desci e combinei com o vocalista dele tocar uma em especial para ela, chamando-a para um show. Ela mal sabia o que a esperava quando começou a tocar Pantera Cor de Rosa. Nossa noivinha foi devidamente convidada ao palco para uma performance para a casa toda.


Pesquisei e a banda se chama Cinco Nós! Muito boa!

Resumindo a história: FOI LINDO!  Eu ri MUITO e só a via dizendo “vou te matar”!!! Só não posto o vídeo porque ela vai mesmo me matar e porque ele é muito grande. 

A-DO-REI, foi inesquecível! No fundo, ela também gostou um monte que eu sei, puro charminho!
Em seguida liberamos a noivinha pra ir embora já que no dia seguinte ela não poderia estar trabalhada no look panda.

Adorei ter conhecido as meninas, nos divertimos muito, rimos muito mais e fechamos a solteirice da nossa amiga com estilo.

Em novembro tem o retorno da vingança, dessa vez com a loira....pra ela também irei preparar algo muito especial! Repleto de amoooooor!

À nossa pantera cor de rosa, muitas felicidades e muitos shows!!!! Jeito ela tem!!!! J

Espero que tenham curtido as (muitas) fotos e até breve!

Comentários

  1. Adorei, Karol! Esse picolé é tudo de bom! E esse barzinho, La Villa, eu adoro! Já fui diversas vezes. Deve ter sido muito divertido! Imagina o mico que ela pagou, kkkk.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse barzinho é o predileto da minha irmã, também gosto muito!! Acho que em VV é a melhor opção!!!

      :****

      Excluir
  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.. que vontade de te matar!!! fiquei "rouxa" de vergonhas de novo agora só de lembrar d situação!!! vc é terrível.. tenho pena da Lídia! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ingred ROCHA, nem vem!! Vc adorou que a gente sabe! :P

      Excluir

Postar um comentário

Caro leitor,

Obrigada por tirar um tempo para comentar aqui. Ficarei muito feliz em ler seu comentário e responderei assim que possível. Um beijo!

Postagens mais visitadas deste blog

Parto Domiciliar do Mathias | A trajetória

Bon Appétit: Wrap de Alcatra e Cheddar

Inspirando...babies!