Diário de Bordo: Pequim - Introdução


Flores em Amsterdam


Antes de começar: Gostaria de comunicar que os meus posts sobre a China serão longos, bastante detalhados e altamente pessoais. Peço mil desculpas aos que gostam do combo textos mais sucintos + fotos. Gostaria de ter escrito ao longo da viagem, para não perder o calor dos detalhes, contudo, isto não foi possível devido a falta de tempo, os dias eram muito corridos sempre. Mesmo assim, quero deixar registrado aqui a minha opinião mais completa e sincera sobre este lugar. Por esta razão, não pouparei palavras e linhas. Ah, e as fotos eu vou postar em um post só! Vou tentar bolar alguma coisa diferente!

***

A viagem para Pequim foi sem dúvidas uma das mais marcantes da minha vida, por n motivos. Um deles é pelo fato de ter sido tão inesperada. Da mesma forma que embarquei para Madri de forma tão rápida, a inclusão da China no roteiro, apesar de já esperada, foi de certa forma uma surpresa. Surpresa porque até eu estar dentro do avião voando de fato, eu não acreditava que estava indo pra China. China, do outro lado do mundo. Um lugar que eu nunca pensei que fosse conhecer e "do nada" estava ali. Não houve tempo hábil para muito preparo a nível de busca de informações ou lugares turísticos, nem tampouco tive tempo de ler mais sobre o país para saber além do trivial da faculdade. A grande verdade é que aproveitamos que já estávamos na metade do caminho, para esticar até lá. O motivo também era especial: meu cunhado foi trabalhar no nosso escritório que fica em Pequim e estávamos (já estamos de novo, tá fofuxo?) morrendo de saudades dele. É que ele é meio que uma ponta do nosso triângulo! E já estávamos há dois meses com esse buraco, então precisávamos nos abastecer da presença dele! Fora que ainda não tínhamos tido a oportunidade de conhecer nossa estrutura lá fora (sério!), já que o sócio do meu marido é quem cuida da diretoria China.

Essa viagem também me fez lembrar muito o que uma vez um irmão africano me disse sobre a minha vida enquanto orávamos juntos. Nunca imaginei que aquela promessa viria assim, de modo tão especial. Diariamente eu me lembrava das palavras dele e o mais engraçado é que o Jó também me disse que pensava muito nisso durante a viagem. Em todo tempo eu só conseguia sentir gratidão ao Senhor, por tamanha oportunidade, por tantas surpresas, por tanto amor não merecido. Como todas as coisas na minha vida, essa viagem também foi um milagre.

Além disso tudo, a viagem foi especial porque foi a experiência cultural mais chocante que eu já vivi. Nosso "choque" cultural em uma viagem à América Latina, Estados Unidos ou Europa está muito aquém do choque cultural que se tem quando se chega ao oriente, ao oposto. Quem é da área de Relações Internacionais sonha em vivenciar isso na pele. A diversidade, a cultura, esse choque, a curiosidade, tudo fica muito aflorado. Há uma expectativa muito grande em saber como é, como vai ser. Tenho muita certeza que eu voltei diferente deste lugar e que a sua influencia em quem eu sou foi além do trivial. E eu amo isso. Amo mesclar o que descubro no diferente, no outro, com quem eu sou e me redescobrir, transformar e reinventar. Não sei o dia de amanhã, ele não me pertence...mas lá no fundinho do meu coração, o que eu queria mesmo era conhecer o máximo de lugares possíveis. Não almejo grandes empreendimentos, imóveis, bens, carros...queria mesmo era ter uma família cigana. Mas isso deve ser herança de família (filha do Seu Alex)....rs...

Por último, mas não menos importante, uma outra surpresa foi: estaríamos em grupo! O sócio (e primo) do Jó que mora na China, também tem um irmão que mora lá com a esposa pela empresa na qual ele trabalha. Eles já estão lá há algum tempo e coincidiu que as famílias estariam lá visitando na mesma época da nossa chegada. Sendo assim, éramos um grupo de 8 "turistas" + a família residente! Essa galera colocou Pequim de cabeça pra baixo! Sem dúvidas, nossa visita não teria sido tãoooo divertida se eles não estivessem lá. Eu ria de não me aguentar com essa turma no metrô, nos restaurantes, na muralha...em todo o tempo. O tio do Jó (meu também por adoção!) é figura master e sem ele, só teríamos tido metade das gargalhadas. Também foi especial porque contamos com uma galera que nos recepcionou maravilhosamente bem. Uma guia turística de primeira (Arissa) que mudou a minha perspectiva sobre negociações. Nunca mais serei a mesma!  Sou muito grata por ter tido a oportunidade de estar em um lugar tão distante, tão diferente, mas em família. Fez toda diferença. Deixou tudo mais especial!

E para fechar a especialidade da coisa, nosso intuito mór da viagem foi cumprido com honra e mérito. Matamos as saudades do JD e ele nos matou de orgulho!!!!! LINDOOOOOOOOO!!!!

***


Embarque em Madri: rindo dos europeus fazendo uma fila enoooooooorme para embarcar....e me ferrando depois!!! :)
Saímos de Madri na terça-feira às 5:00 da manhã do hotel (atrasados). Chegamos no aeroporto e nosso voo era Madri-Amsterdam-Pequim. Apesar de ser bilhete KLM, era um coach air operado pela Air Europa no primeiro trecho e China Southern no segundo. O primeiro trecho foi o pior voo da minha vida! Eu pesquisei sobre a Air Europa e o concesso é geral: ela é péssima! A tripulação é grosseira, o atendimento é dos piores, a aeronave um terror e o serviço de bordo...pera ae, teve serviço de bordo? Para terem uma ideia eu abaixei a mesinha, coloquei o casaco ali e dormi boa parte deste pesadelo. Graças a Deus o voo era curto. Em compensação chegamos a Amsterdam e ficamos feito dois bocós babando só pelo aeroporto (já tínhamos babado na paisagem). COMPLETAMENTE diferente do de Madri. Lindo, organizado, super completo, com o staff muito solícito, os funcionários da KLM todos muito cordiais e você nem precisa pagar para usar o carrinho para bagagens como em Madri (sim!). {Logicamente que já pesquisei sobre o destino no Viaje na Viagem!}

e mais flores...


Passamos algumas horas por lá e tomei aquele super café da manhã: Pizza! Compramos os devidos souvenirs e fomos rumo ao stress parte II voo Pequim. Logo de cara no portão de embarque, você já pode ter uma pequena demonstração da cultura chinesa. Se vocês acham os brasileiros escandalosos, observe um grupo de chineses. Eles GRITRAVAM no aeroporto que eu ficava perdida em saber se estavam discutindo visões políticas divergentes, xingando a mãe ou comentando sobre o tempo frio. Sério, já tive uma prévia do voo ali mesmo. Como eu tinha dado uma de AMADORA TOP em Madri e esperado todo mundo entrar na aeronave para depois eu entrar (e julgando os europeus, achando eles ridículos por formarem fila), e me ferrar porque não tinha espaço para minha mala de mão (tive que ir com ela quase no colo depois de brigar com a comissária porque eu não ia despachar a mala), eu resolvi que ia ser a primeira da fila daquela palhaçada toda! E fui.

Saúde: a gente não viu por aqui! Desconsiderem o ar de acabada, ele piorou depois!

Voamos em um A333 que deve ser da época do Santos Dumont! O serviço de bordo foi bem ruim, e da tripulação xing, tinha apenas uma comissária muito simpática (e linda!). As demais eram grosseiras e a comissárias que era holandesa me parecia completamente LOST no meio das xings. Decolamos às 13:40 e se você quer saber eu nem vi o procedimento de portas! Acordei eu já devia estar babando há pelo menos uns 40 min e se eu não me engano eles iam servir alguma coisa para comer, que eu também não me lembro o que foi pois estava muito arrasada pelo sono. Para o nosso master azar, duas indianas/inglesas se sentaram na poltrona atrás da nossa. Elas GRITARAM as quase ONZE HORAS de voo! E era uma mistura de dialetos com inglês e risadas e discussões e falácia da vida alheia que eu já estava vendo a hora que iria voar no pescoço de uma delas. Foi MUITO estressante. Elas não calavam a boca um minuto e chamavam a comissária a cada meia hora para pedir uma garrafa de água e quando a amiguinha xing delas veio fazer uma visita ela riam e falavam que não conseguiam dormir!!! Que raiva... Só piorou quando chegou o café da manhã. "Porco ou noddles?". Optei pelo noddles que devia ser menos pesado para um CAFÉ DA MANHÃ! Engano. Forrei o estômago com as frutinhas e mandei o macarrãozinho pra dentro. Só não coloquei tudo pra fora porque rolou um autocontrole sinistro. Intragável. Odeio champignon e seus derivados e estava repleto deles com muita pimenta e um tempero que só Deus sabe o que foi sacrificado para se chegar naquela mistura. Meu marido machão comeu tudo e passou mal depois. No fim do voo rolou uma aula de alongamento chinês misturado com técnicas da medicina oriental. Como eu já estava quadrada após quase 13 horas de voo no total, me joguei com força no alongamento xing e fiz bonito!!

Só pra constar, mais flores lindas em AMS!

5:20 da manhã horário local, pousamos em Beijing...


.....Continua

Comentários

  1. Bom, eu adorei (e ate ri) os detalhes!!!!!
    Mas quero mais fotos!!!! x) - ta, eu sei que vai ter mais fotos! kkk
    Deu pra imaginar bastante coisas com tudo que vc escreveu.
    E sinceramente, um voo dessa distancia com duas tagarelas atras de mim, COM CERTEZA eu teria chamado a atencao! ja sou agoniadissima com voos, imagina isso tudo sem poder nem descansar!?
    Aposto que sua paciencia foi testada e aprovada! kkkk

    Ja os cafe da manha pesado, nem eu que sou sedentaria-maleducada-emtermosalimentares acho que conseguiria x_X
    E pelo cafe da manha ja sei que vem mta comida sinistra por ae!
    Espero que vc nao tenha comido cachorro! :~ uehuehue.

    Beijos, ate o proximo post! x)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu queria ter essa coragem...mas e o medo de caçar confusão no voo? Elas davam 3 do meu tamanho cada...hahahahahaha

      Não comi cachorro!!!!! Yes!!! hahahahahaha

      :***

      Excluir
  2. Descobri q não sou cigana feito vc...eu ia querer minha cama e um prato de arroz com feijão! :P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh eu também quis! Mas já me arrependi de ter quisto! Pode voltar já? :D
      Hahahahahaahahaha #sandrarosamadalenafeelings

      Excluir

Postar um comentário

Caro leitor,

Obrigada por tirar um tempo para comentar aqui. Ficarei muito feliz em ler seu comentário e responderei assim que possível. Um beijo!

Postagens mais visitadas deste blog

Parto Domiciliar do Mathias | A trajetória

Bon Appétit: Wrap de Alcatra e Cheddar

Inspirando...babies!