Gastronomia Molecular...que experiência!


Oi pessoas!!!

Como foram de dia dos pombinhos? Já estou off do mode brega e romântica mas eu TENHO que deixar essa dica aqui no blog!!!

Ontem eu tive uma experiência gastronômica muito louca, aliás, a mais louca da minha vida até então! Meu maridão me levou pra jantar no Poco Tapas, aqui mesmo em Joinville. Tapas + Gastronomia Molecular Internacional. UMA LOUCURA! Mas vamos por partes (tipo Jack, como diria minha amiga Maga).

Tapas: São  pequenas porções. Esse conceito surgiu na Espanha e hoje é mundialmente conhecido.
Gastronomia Molecular (essa é a parte mais louca!): "uma disciplina cientifica que estuda há mais de 20 anos os fenômenos físico químicos que ocorrem durante o ato de cozinhar.Centrada na compreensão racional e transformação dos métodos de cocção, de maneira a garantir melhor qualidade nutricional, maior precisão nos gestos culinários e melhor sabor e novas texturas para os alimentos. Definida por Hervé This como:“A ciência que estuda as transformações e outros fenômenos culinários” A Gastronomia Molecular não deve ser confundida com a Cozinha Molecular que diz respeito à aplicação das técnicas da Gastronomia Molecular." (fonte
Não entendeu nada? Tudo bem, tem exemplos fotográficos abaixo!!! rs...

O Restaurante

Fica na rua Piauí, 109 - Bucarein. Quando você chega, fica até meio desconfiado. O restaurante fica em uma esquina e se você não estiver procurando por ele, pode passar ali mil vezes sem notá-lo de tão discreto que é! Ao entrar, você se depara com um ambiente pequeno mas muito intimista. Se eu não me engano, contei 15 mesas. A cozinha fica logo ao fundo, com aquele vidro maravilhoso gigantesco que você pode xeretar à vontade (adoro!). A recepção (e todo atendimento!) também é altamente intimista! Dá pra se sentir amigo do staff (que conta com 4 pessoas incluindo o cheff) com muita facilidade...rs...

Como funciona

Você pode pedir à la carte (tem diversas opções) ou você pode optar pelo menu de degustação, que foi o que pedimos. Nesta opção estão inclusas 10 tapas (que serve duas pessoas) e a sobremesa, mas quem diz o que você vai comer é o Chef da casa, que inclusive vem servir as porções na mesa e explicar o que é cada uma delas! Antes de iniciar ele pergunta se há alguma restrição quanto a lactose, glúten, frutos do mar... Como eu JURAVA que eu estava vendo a mesa lá na frente degustando aquela lesminha deliciosa viva e molenga eu logo já fique apavorada e meu marido disse que a restrição era somente quanto aos alimentos vivos! Nada contra quem curte os alimentos vivos...mas eu passo, obrigada!

Menu Degustação: O que é servido

Eu queria MUITO poder explicar as 10 porções, mas só se eu tivesse gravado a explicação do Fábio sobre cada uma delas. Mas eu fotografei algumas e peguei algumas do site deles também!!!

Entrada: Mini pão de feijoada com um pesto de rúcula, parmesão e nozes: DELICIOSO!!

Depois começamos o menu com Ceviche Havaiano de Camarão: camarão cozido no limão com abacaxi grelhado, coco ralado, cebola e caviar. Adorei!!!

Foto do Site! 


Em seguida veio uma porção com carne de porco, tortilla crocante e guacamole, típica da culinária mexicana. MUITO BOM!!!

A terceira porção era carne de Jacaré com uma esponja de Shoyo. A carne de Jacaré fica marinando quase uma semana nos temperos e é deliciosa!!!

A quarta foi um sushi de salmão com um queijo cremoso por cima finalizado com páprica salpicada para dar um gosto diferente. O Fábio flameja esse queijo na mesa até ele ficar queimado. Eu curto sushi né, então sou muito suspeita à opinar...

A quinta porção foi hilária! Ele chegou com esses vasinhos na mesa e eu só olhei pra ele como quem diz: WHAT? É beterraba cozida no carbenet sauvignon, com um creme de queijo de cabra e terra comestível (??) por cima. A folhinha é baby rúcula. Esse foi uma loucura MESMO. É muito estranho...mas a beterraba com o queijo é muito boa!




A sexta porção foi ótema! Ele nos explicou que ela serviria para limpar o nosso paladar e aguça-lo ainda mais. Sorbet de limão com um creme de sonho de valsa com vodka por baixo. O limão ajuda a limpar o paladar pois nos faz salivar e a vodka ajuda a aguçar os sentidos da língua. Legal, né? A bola de sorbet chega saindo aquela fumaça de tãoooooooo gelada e basta bater a colher de levinho pra ela ir quebrando. Essa porção é deliciosa!!!!!



A sétima porção misturava aroma com sabor. Ele primeiro pôs uma almofadinha cheia de ar e dela saia um cheiro maravilhoso de côco. Esse aroma faz parte do prato, que é um gnocchi de camarão. É a coisa mais esquisita do mundo, porque o gosto é de camarão, a aparência é de gnocchi mas a textura é muito diferente. Acompanha tomate seco.




A oitava não foi assim tão maravilhosa. Lembra da porção que eu disse ter visto na outra mesa. Era ela. É o siri azul de não sei aonde que troca de casca uma vez ao ano. Eles fazem algum balacobaco químico louco molecular que você pode comer a casquinha e tudo mais porque é molinho. Apesar de ser um bichinho de praia eu tenho sério problemas com frutos do mar. Eu adoro, desde que eu não sinta aquele gosto forte de maresia. O siri estava lindo, mas aquele gosto... não me desce. Passei esta!



A nona é uma delicia!! Um bolinho de risoto! É um risoto cremoso de açafrão com limão verde enrolado em panko crocante, pesto de rúcula e pérolas de vinagre balsâmico. LOUCURA e uma delícia!



A décima é deliciosa também! Um purê de aipim amanteigada com diversas linguiças e coberto por um biscoito crocante maravilhoso!!! (Nessa altura do campeonato as porções já me pareciam gigantes e eu nem consegui fotografar esta...)

A décima primeira (veio uma extra! wohoo!) e última porção é muito louca também! Uma carne de corte espanhola marinada em molho coreano de kiwi. A carne chega crua, junto com uma pedra que fica 4 dias no forno e está em uma temperatura de milhões de graus que eu não vou me lembrar jamais. Ele joga os cortes na pedra junto com o molho e ela cozinha rapidamente. É servido com arroz de sushi...



Por fim, a sobremesa. Essa é absurda, sério! Ele vem com um balde jorrando fumaça e explica que lá dentro tem uma pipoca caramelizada que está no nitrogênio a -196C (essa eu gravei!). Você tem que colocá-la na boca e morder para que o efeito saia. E fumaça que sai pela boca, pelo nariz...muito engraçado e a pipoca é uma delícia!! Vem ainda acompanhada de pudim de Jack Daniels (sim!!) que é muito gostoso também.



Finalizamos com um café molecular...cremoso e muiiiiiiito bom! (Nesse estágio eu já nem conseguia andar direito, de tanto que comi!)

Recomendo?

SIIIIIIM!!!!!!!!! Muito!!!!!! Se você quiser uma experiência totalmente diferente do óbvio, do corriqueiro, esse é o lugar. É diferente de tudo que você já experimentou na vida e as preparações são muito específicas e absurdamente doidas. Eu adorei o lugar, o atendimento, tudo! Super recomendo!!! Quem estiver em JVE e algum dia quiser sair da rotina: Poco Tapas! O Site deles é este aqui!

Espero que tenham curtido o review e quem tiver boas dicas de restaurantes em JVE (e região), Curitiba e Floripa...please! Compartilhe!

E caso você esteja longe daqui...vale uma busca do google por um restaurante molecular perto de você!

Mais alguém aí já tinha experimentado?


Beijos no heart!!!!


Photobucket


Photobucket

Comentários

  1. Oi Karol! Tudo bem ?
    Eu quero dizer que você é muito legal,
    e bonita.
    De sua amiga Graci,beijos e abraços
    Tchauu !!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Karol o dia do passeio em curitiba foi o dia mais legal da minha vida.!!(Foi a Graci que escreveu !!) Beijos Abraços Tchauu !!!.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Caro leitor,

Obrigada por tirar um tempo para comentar aqui. Ficarei muito feliz em ler seu comentário e responderei assim que possível. Um beijo!

Postagens mais visitadas deste blog

Parto Domiciliar do Mathias | A trajetória

Bon Appétit: Wrap de Alcatra e Cheddar

Inspirando...babies!